domingo, 5 de outubro de 2014

A. era passeado pelo seu cão

Todas as noites, fizesse frio, calor ou chuva, A. era passeado pelo seu cão. Com uma regularidade inesperada visitava todos os postes, árvores e canteiros das redondezas, conforme a vontade e as necessidades do canídeo, que domava a trela.
Assim como assim, sempre era melhor estar em casa a aturar a má disposição da mulher e as birras da filha, ao mesmo tempo que era capaz de transmitir, pensava ele, uma imagem respeitável de um membro de família cuidador.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Sei bem como é amar em segredo

Sei bem como é amar em segredo
Escrevendo letras ilegíveis
Nas paredes
Capturando o nome
Tornando real o amor

Sei bem como é amar em segredo
Carregando fardos de dor
Pelas ruas estreitas da cidade
Deixando marcas ilegíveis nas paredes
Esperando fim da crise que tarda em chegar

sábado, 21 de dezembro de 2013

cada vez mais perto do passado

cada vez mais perto do passado
os arrogantes nobres
de ar envaidecido e ensimesmado
dão esmola aos eternos pobres

o Natal é sempre uma boa época para alguns...

domingo, 1 de dezembro de 2013

apenas as pedras e as arvores sabem amar

Se fossemos como as pedras
(que são) duras
resistentes à passagem do tempo
poderíamos amar-nos outra vez

apenas as pedras e as arvores sabem amar

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

algumas palavras não rimam

algumas palavras não rimam
por acaso…
porque para as pessoas que importam
o mundo é pequeno
e o tempo curto

ao contrário
do que alguns acreditam e propagam
a algumas palavras falta-lhes a métrica
a noção estética do acaso
porque mesmo à distância
e no silêncio
tenho saudades de ti
na minha vida

apesar de estar convencido
que jamais voltaremos a falar

sábado, 12 de outubro de 2013

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

codex seraphinianus



in the late 70s italian architect, illustrator and industrial designer luigi serafini made a book, an encyclopedia of unknown, parallel world. it’s about 360-380 pages. it is written in an unknown language, using an unknown alphabet. it took him 30 month to complete that masterpiece that many might call “the strangest book on earth”. codex seraphinianus is divided to 11 chapters and two parts - first one is about nature and the second one is about people.

http://the-dimka.livejournal.com/6645.html

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Lembrei-me de ti

Lembrei-me de ti
depois da combustão
- desse enorme incêndio que nos afogou em suor.
Alguns dirão que é por seres
pouco mais que cinzas…

Lembrei-me de ti,
porque jamais te esqueço;
sou constantemente invadido pela textura da tua pele,
pelo sabor da tua ausência.
Alguns dirão que é por seres
pouco mais que cinzas…

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Foram queimadas as rosas

Foram queimadas as rosas
Aquelas que guardavas
na eterna caixa
procurando manter a memória
que já ninguém quer

O teu nome ainda causa um enorme desconforto

domingo, 12 de maio de 2013

11 anos

“Quando o Anjinho tiver 11 anos tu casas com ele? Eu achava bem!” V. 2000

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Estranho País

Estranho país este/ Em que a esquerda é feita de burguesia/ E os operários são conservadores/ E submissos/ Aos diversos donos e patrões/ Este país vive ainda num sistema esclavagista…

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Princesa



Técnica mista sobre papel / versão digital
210mm x 297mm

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Noctívagos

Nas primeiras vezes que descia no meu corpo e degustava o meu desejo ela dizia que só a pessoas muito especiais fazia certo tipo de coisas, mas todos os noctívagos sabiam que isso não era assim e muitos deles partilhavam o saber velado em silêncios solidários.
No entanto, aquelas palavras, muito embora fossem falsas e eu tivesse a plena consciência disso, aqueciam-me a alma como a boca dela me aquecia o corpo…

domingo, 4 de setembro de 2011

Sol




Versão digital
Técnica mista sobre Papel
210mm x 297mm

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Adoração Táctil

Eduarda tinha uma adoração táctil por determinados tipos de beleza masculina. Quando descrevia os corpos esfregava suavemente as pontas dos dedos e quase que se tornava perceptível o aumento de saliva na boca. Para sua infelicidade, esta adoração era demasiado estética e erótica (se considerarmos o erotismo como contraponto à sexualidade). E como a realidade insistia em negar a produção de homens belos que se cruzassem com ela, Eduarda tinha imensas dificuldades em manter relações, especialmente as sexuais, com os indivíduos que, por vezes, partilhavam espaços com ela.

Adamastor





Versão digital
Técnica mista sobre Papel
210mm x 297mm

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Umbigo

Da mesma forma que o Mundo gira em torno do Sol, para um vasto número de Mulheres o Universo gira em torno do seu umbigo…
E o facto das duas concepções teóricas terem surgido na mesma época histórica não é coincidência….

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

ERIC FISCHL



Untitled, 1998. Watercolor on Paper. 19.5 x 25 inches.

sábado, 2 de outubro de 2010

Charlie White






Patrimony from the series Everything is American2006
Chromogeninc print
119.4 x 132 cm
Edition of 5 + 1 AP

Ganância

Não foi o Amor que os separou. Nem foi, em última instância, o Amor que os manteve unidos. Mas de uma forma estranha pode-se afirmar que foi a ganância mesquinha que lhes tornou a vida impossível…

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Necessidade

"A necessidade é inimiga da Sociedade!"

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Interpol - Lights

Em Setembro sai...



directed by Mr. Charlie White

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Enfermidades do corpo

Alguns fins de tarde são absurdamente estranhos. Especialmente os fins de tarde do início do Inverno.



- As mulheres são como os copos.

- Como os copos?

- Sim, como as bebidas alcoólicas…

- Não percebo o que queres dizer.

- Vê bem; ambos se tomados com moderação aliviam o corpo e o espírito de agruras diversas e têm diversos efeitos positivos. Mas, se tomados de forma excessiva, durante largos períodos de tempo, para além de provocarem uma dependência forte, amolecem a alma e a vontade e provocam enfermidades do corpo.

domingo, 21 de março de 2010

Outono Quente

- Como se chama a tua nova namorada? (1)

- Cristina. (2)

-Ai. Que a Cristina me vai odiar! (3)

- Não vai nada. Ela nunca vai saber que isto aconteceu… (4)

(1) Perguntou a Joana, assim que consegui voltar a falar, quando espasmos do corpo se desvaneciam e a rouquidão da garganta era amaciada pelo fumo do cigarro.

(2) Disse eu, fracamente pouco interessado naquele tipo de conversa, sobretudo agora que o corpo me pedia descanso e a mente pedia ausência e silêncio.

(3) Joana levou as mãos à cabeça, tapando ostensivamente os olhos, como se procurasse esconder a vergonha que na altura sentia.

(4) Resignado com impossibilidade de evitar o diálogo, virei-me para ela, afastei-lhe as mãos da cara, afaguei-lhe o cabelo e beijei-lhe suavemente a testa…

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Morrissey

Gavin Hopps, especialista em romantismo britânico e autor do livro Morrissey: The Pageant of His Bleeding Heart, afirmou recentemente que o trabalho de Morrissey pode ser comparado à obra de grandes nomes da literatura como Samuel Beckett e Oscar Wilde e também a grandes nomes da comédia britânica como Frankie Howerd e George Formby.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A Insustentável Leveza da Ignorância

"(...) O que me traz ao aspecto mais perturbador e alarmante de toda esta tola controvérsia. Os jornalistas e os responsáveis religiosos portugueses de um modo geral tratam os comentários de Saramago como importantes! Graças a eles, os meios de comunicação deram-lhe mais tempo na televisão e mais espaços nos jornais do que a outras questões mais importantes. E alguns representantes da Igreja Católica atacaram-no com uma ferocidade emocional que revela bem que consideram tais opiniões sobre o antigo testamento como um obstáculo à fé. Mais uma vez, como salientai mais atrás, os comentários de Saramago não são chocantes nem novos. E apenas representam um obstáculo à fé para quem não tenha a menor ideia do que é que pretendia ser o Antigo Testamento. As críticas de Saramago são unicamente banalidades superficiais, que revelam uma profunda ignorância da filosofia e da religião ocidentais e uma total incompreensão da linguagem poética e narrativa de desde há mais de três mil anos. Só quem ignora tal herança, jornalistas e responsáveis religiosos incluídos, podiam tornar o patético desabafo do romancista numa tal polémica. E, para mim, essa foi a parte mais perturbante de toda esta “inventada” noticia: descobrir que na sociedade onde vivemos, entre os seus membros mais ilustres e cultivados, possa prolongar-se tão lastimosa ignorância de uma parte importantíssima do legado civilizacional da filosofia e da cultura ocidentais."


Richard Zimler
Jornal Público de 27 de Outubro de 2009
Tradução de José Lima

terça-feira, 27 de outubro de 2009

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Art

"Art 'lives' through influencing other art, not by existing as a physical residue of an artist 's ideas. The reason why different artists from the past are 'brought alive' again is because some aspect of their work becomes 'useable' by living artists. That there is 'no truth as to what art is' seems quite unrealized."

Joseph Kosuth,1969

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Alexander Echo


Harold Pinter
oil and enamel on panel,
35 x 35"

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

domingo, 13 de setembro de 2009

domingo, 6 de setembro de 2009

Karel Appel

Karel Appel, Amorous Dance, 1955, oil on canvas

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Trilhos

Depois ficávamos parados, exaustos de prazer, agarrando os corpos, roçando as dermes húmidas e momentaneamente ausentes, como o tempo que parecia flutuar.
“Quero ter uma filha contigo.” Dizia eu, sempre que sentia o tempo voltar ao seu trilho. Beatriz mantinha-se calada, aspirando o fumo do cigarro...

terça-feira, 1 de setembro de 2009

20th Century Boys













Naoki Urasawa

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Cartas

Porque assim lhe pedi, ela escrevia-me cartas e não as remetia; esperava pelo fim-de-semana para as entregar pessoalmente. Estas cartas que ainda guardo, procuravam partilhar solidão e saudade com um destinatário, que se tudo corresse bem, voltaria daí a uns dias.
Desta forma, o fim-de-semana era o reencontro com o amor, mas era também o reencontro com passado, com uma semana que nos passou ao lado…

Gehard Richter


Gehard Richter
1989
Óleo sobre Fotografia
10 cm x 15 cm

terça-feira, 18 de agosto de 2009

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Se tanto me dói que as coisas passem

Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na busca de um bem definitivo
Em que as coisas de Amor se eternizassem

Sophia de Mello Breyner Andresen

terça-feira, 16 de junho de 2009

WILL COTTON



WILL COTTON "CREME ANGLAISE" 2002, OIL ON LINEN, 71" x 71"

terça-feira, 19 de maio de 2009

Monster



Naoki Urasawa

domingo, 17 de maio de 2009

quinta-feira, 26 de março de 2009

Jerusalem














Anselm Kiefer,

“Jerusalem” (1986), Chicago
(acrílico, shellac e folha de ouro com aço e chumbo)

terça-feira, 24 de março de 2009

sexta-feira, 13 de março de 2009

Relações

“O Fernando sempre foi um cabrãozinho para as Mulheres! E eu sei bem disso…” Disse ela forçando a conversa. “ Pois pode ser, mas eu nada tenho a ver com isso, nem com a forma como as relações entre as pessoas acabam…” Disse eu, tentando despachar com a maior brevidade possível aquela conversa.